VÍDEOS

Loading...

terça-feira, 23 de março de 2010

HIDRÁULICA SE RECUPERA COM VITÓRIA SOBRE A NACIONAL GAS/UNIFOR

Hidráulica se recupera com vitória sobre o Nacional Gás
Pedro Ceciliano/CBFS

Taty (de azul) tenta jogada entre três cearenses
Anápolis (GO)- A Hidráulica Brasil (GO) se recuperou na 19ª Taça Brasil de Clubes Feminina Adulta Divisão Especial. Nesta terça-feira (23/2), no ginásio Newton de Faria, em Anápolis (GO), a equipe goiana venceu o Nacional Gás/Unifor (CE) por 3 a 1 e chegou aos três pontos no grupo A, assumindo a terceira colocação.

Já as cearenses ocupam a quarta colocação da mesma chave, ainda sem pontuar. Na rodada desta quarta-feira (24/3), o time goiano folga enquanto o Nacional Gás enfrenta o Ninho de Águia (AM), às 20h30.

Derrotada na estréia, a Hidráulica queria a vitória para se recuperar e continuar na briga por uma vaga nas semifinais. Por outro lado, as cearenses, que folgaram na primeira rodada, procuravam iniciar o torneio com um resultado positivo.

O resultado foi um jogo aberto desde os primeiros minutos, com os dois times no ataque. O primeiro gol saiu aos 8min51, a favor da Hidráulica. A ala Jéssica fez lançamento longo do meio da quadra e ala Kati tentou desviar, mas o toque encobriu a goleira cearense, que se esticou toda, mas não alcançou a bola.

Na frente do placar, a Hidráulica continuou a pressão, mas só conseguiu marcar o segundo gol no fim do primeiro tempo, aos 18min28, com a ala Neguinha. Após cruzamento ela apareceu e completou para as redes, aumentando o marcador para 2 a 0.

No segundo tempo, o time cearense saiu mais para o jogo. Já a Hidráulica optou por se fechar na defesa e explorar os contra-ataques. Foi num deles, aos 25min50, que a fixa Taty roubou a bola e saiu sozinha com a goleira cearense, que não evitou o terceiro gol goiano.

A desvantagem tornou o Nacional Gás mais ofensivo. Para frear a pressão cearense, a Hidráulica apelou para as faltas e, na metade do segundo tempo, a equipe goiana já tinha estourado o limite de faltas. Aos 36min23, Lidu cobrou um tiro livre direto e marcou o primeiro gol cearense.

A onze segundos do fim, em mais um tiro livre, o Nacional teve a chance de diminuir, mas a goleira evitou o gol cearense e garantiu o placar em 3 a 1, que mantém as goianas na briga por uma vaga na semifinal.
Para a técnica Daniela Duarte Dallago, a equipe melhorou em relação à última partida e, por isso, conseguiu a vitória. “Hoje era um jogo importante e precisávamos vencer. Acredito que conseguimos equilibrar melhor nosso jogo e aproveitamos bem as chances que tivemos e por isso estou contente com a exibição”, avaliou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário