VÍDEOS

Loading...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Discreto, Lenísio ameaça artilharia de Falcão na seleção de futsal

Discreto, Lenísio ameaça Artilharia de Falcão na seleção de futsal
Pivô, que já marcou oito gols em Medellín, é peça fundamental à seleção brasileira, favorita ao ouro
Ele não tem o carisma nem o “nome” de Falcão, mas pode terminar os Jogos Sul-Americanos com o artilheiro e principal jogador do Brasil na competição. Lenísio Texeira Júnior, de 33 anos, comanda, ao lado do companheiro de clube (Malwee) Falcão, o ataque brasileiro no futsal dos Jogos Sul-Americanos.

Em quatro jogos, a seleção brasielira já marcou 32 gols (e não sofreu nenhum), e Lenísio foi o responsável por oito deles. Falcão, com sete, é o vice-artilheiro do país na competição.

A trajetória de Lenísio na seleção é bem diferente da de Falcão, o maior artilheiro da história do time nacional. Depois do Mundial de 2000, o pivô deixou a equipe dizendo que não se sentia bem no grupo. Foram mais de quatro anos longe da seleção, tempo em que ele “voou” no futsal espanhol – foi eleito três anos o melhor jogador da Liga.

De volta à equipe nos Jogos Sul-Americanos de 2006, quando foi campeão, Lenísio segue até hoje sendo um dos jogadores mais importantes do time. Diferentemente de Falcão, é mais contido dentro e fora do campo. Até por isso faz uma dupla tão boa com o ala.

Na sexta-feira (26), o Brasil enfrenta o Uruguai na final dos Jogos Sul-Americanos. Tão provável quanto a medalha de ouro é que um brasileiro termine o torneio como artilheiro, só é difícil prever se será Falcão ou Lenísio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário