VÍDEOS

Loading...

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Unesc goleia Nacional Gás na prorrogação e se classifica


Confronto no interior de Santa Catarina foi equilibrado

Unesc/FME/Cri Construções (SC) e Nacional Gás/Unifor (CE) se enfrentaram
 na noite desta quinta-feira (9/9) pela segunda partida das quartas-de-fina
l da Liga Futsal Feminina 2010. Com a vitória no tempo regulamentar (3 a 2) 
e na prorrogação (5 a 1), a equipe catarinense garantiu presença na
 próxima fase da competição nacional.

Jogando em casa, a Unesc tomou conta da partida no primeiro tempo. 
Precisando da vitória para levar o duelo para a prorrogação, o time 
catarinense atuou no ataque, pressionando o Nacional Gás, que, 
sem sucesso, tentou surpreender o adversário nos contra-ataques.

Antes do intervalo, depois de perder muitas oportunidades, a agremiação 
comandada pelo técnico Zego foi pra cima e ficou em vantagem com gols 
de Mineira, aos 8min19, e Gaby, aos 9min42 – 2 a 0, resultado do período inicial. 

No segundo tempo, apesar da reação do clube cearense, que chegou a 
igualar o marcador com Simone e Leuda, a Unesc assinalou terceiro 
tento (Gre aos 29 minutos) e forçou o tempo extra no ginásio José Antônio Carrilho.

Na prorrogação, empurrado por sua torcida, o representante de 
Criciúma não tomou conhecimento do adversário e o goleou pelo placar 
de 5 a 1 (3 a 2 no tempo normal). Gre, Taty, Renata e Gaby, duas 
vezes, marcaram e garantiram a classificação da Unesc; Leuda descontou 
para a Unifor. 

De acordo com Wilson Sabóia, sua equipe pecou na marcação. “Quando erramos, 
o adversário soube aproveitar as oportunidades que teve. Acredito que isso foi 
determinante para o resultado final. Tivemos o jogo na mão na etapa final, mas 
não soubemos aproveitar”, analisou o treinador do Nacional Gás/Unifor, expulso 
no primeiro tempo da prorrogação. Jane e Meirinha também foram expulsas no 
decorrer do duelo. 

Já para o técnico da Unesc, nem mesmo o cansaço impediu a classificação 
catarinense. “Acertamos nosso setor defensivo durante toda semana, principalmente 
no toque de bola. Mesmo cansado, nosso elenco foi guerreiro”, comentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário