VÍDEOS

Loading...

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Na abertura da Divisão Especial, BNB derrota Colégio ABC

Cearenses (de azul) marcaram o primeiro gol da competição


Anápolis (GO) - BNB Clube (CE) e Colégio ABC (MS) abriram nesta segunda-feira
(6/9) a 4ª Taça Brasil de Clubes sub-17 Masculina – Divisão Especial. A partida, 
realizada no ginásio Newton de Faria, em Anápolis (GO), foi vencida por 3 a 1 
pelos cearenses, que conquistaram os três primeiros pontos e estão na liderança 
do grupo A. Os sul-mato-grossenses estão em último, sem pontuar, mas ambos ainda
podem mudar de posição na rodada.


Nesta terça-feira (6/9), às 18h30, o BNB enfrenta o São Simão (GO) pela segunda
rodada do torneio. O Colégio ABC folga no dia e só volta à quadra na quarta-feira
(8/9), às 15h30, contra o Sport (PE).

O início do jogo foi equilibrado, mas, aos poucos, o BNB Clube impôs sua força.
Aos 4min51, o ala Marquinhos recebeu lançamento longo do goleiro Dão e, na saída
do arqueiro sul-mato-grossense, chutou rasteiro para abrir o placar para os cearenses.

O segundo gol do time de Fortaleza saiu aos 16min38. O fixo Marcelo roubou a bola
de um adversário no meio da quadra e avançou sozinho. Com habilidade, ele driblou
o goleiro Luiz e fechou o placar da primeira etapa em 2 a 0 para o BNB Clube.

No segundo tempo, o ABC voltou disposto a empatar. Pressionando mais, o time
sul-mato-grossense diminuiu em cobrança de falta aos 24min45. O pivô Tico chutou
forte e contou com um desvio da barreira para fazer o primeiro gol da equipe na partida.

Depois de diminuir o placar, o ABC se esforçou em busca do empate, mas o BNB
Clube agüentou a pressão e, aos 34min27, ampliou o placar. O ala Edu recebeu
passe e, depois de driblar um adversário, chutou forte para marcar o terceiro gol do
time cearense.

No fim, o Colégio ABC ainda tentou utilizar o goleiro-linha para buscar o empate, mas
não conseguiu vencer a defesa do BNB. Para Edu, o gol marcado por ele foi
importante porque deu tranqüilidade à equipe. “Nosso time estava sendo muito
pressionado e aquele gol freou o time deles. No resto do tempo, foi só controlar
a pressão que sofremos e ter um pouco de paciência até o jogo acabar”, afirmou o ala
do BNB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário