VÍDEOS

Loading...

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Liga Nacional de Futsal Feminina

Unesc vence o clássico diante da ADJ e chega à liderança


Criciúma (SC) – O clássico catarinense entre Unesc/FME/Cri Construções e ADJ/Raumak/Barateiro/FME, realizado nesta quinta-feira (12/8), valia a liderança do grupo B da Liga Futsal Feminina, que está sendo realizado no ginásio José Antônio Carrilho, em Criciúma (SC). As donas da casa levaram a melhor e venceram por 2 a 1.

Com o resultado, a Unesc chegou aos sete pontos, assumindo a liderança isolada da chave, agora com sete pontos. A equipe de Jaraguá do Sul segue com seis pontos e está em segundo lugar.

O clássico começou com as duas equipes se estudando. Com isso, as chances de gol foram poucas no inicio da partida. Mas aos 7min28, Gre escapou em jogada individual e tocou na saída da goleira Evelen.

Na etapa final, com as jaraguaenses retraídas, jogando nos contragolpes veio o empate. Após a jogada de Samy, Nega chutou no canto de Missi, a bola ainda tocou na trave antes de balançar as redes, aos 26min20. Porém, as donas da casa conseguiram retomar o comando do placar rapidamente, quando Gre aproveitou uma bola rolada para trás e fez 2 a 1, aos 26min50.

No final, a ADJ tentou empatar utilizando a ala Carol como goleira-linha, mas a tática não surtiu efeito. “Foi um jogo muito bom. Marcamos muito bem, mas faltou organização no ataque. Temos que melhorar neste ponto. Estamos ficando pouco tempo com a posse de bola, temos que aprimorar isto”, detectou o técnico do time de Jaraguá do Sul, Vitor Alexandre.

A artilheira do confronto, Gre destacou a importância do triunfo no clássico local. “Foi uma vitória merecida. Nos dará mais confiança para o decorrer da competição e agora que chegamos à liderança isolada vamos batalhar para manter esta colocação, pois nossa intenção é terminar a fase com a primeira posição do grupo”, revelou a autora dos dois gols da Unesc.

Na quarta rodada da chave, que ocorre nesta sexta-feira (13/8), a ADJ encara a Hidráulica Brasil, às 19 horas. Logo em seguida, às 20h30, a Unesc joga diante do Chimarrão/Bender/DalPonte.


UnoChapecó derrota Kindermann e mantém a liderança


Caçador (SC) - A UnoChapecó/NTozzo/Female (SC) manteve a liderança do grupo A da Liga Futsal Feminina após três rodadas da competição. Nesta quinta-feira (12/8), no ginásio Paulo Schieffler, em Caçador (SC), as chapecoenses derrotaram o Kindermann/Uniarp/Unimed (SC) por 3 a 2 e chegaram aos nove pontos na tabela de classificação, deixando para trás o Sercomtel/Londrina (PR), que tem sete.

Nesta sexta-feira (13/8), as chapecoenses duelam contra as paranaenses na quarta rodada da competição. Um empate já garante à equipe a classificação à próxima fase. Já o Kindermann, que sofreu sua segunda derrota consecutiva, continua com três pontos, agora na quarta colocação. Nesta sexta, o time enfrentará o Nacional Gás/Unifor (CE), às 20 horas e precisa vencer para continuar entre os quatro times que passam para as quartas de final.

O Kindermann tomou a iniciativa do jogo e foi ao ataque nos minutos iniciais. Aos 4min05, as caçadorenses abriram o placar quando a ala Marcela rolou a bola para dentro da área, e a pivô Luciléia chutou com força para vencer a goleira Giga Paraná.

Mas a UnoChapecó não se abateu com o gol e buscou o empate. Aos 6min19, a fixa Valéria lançou a bola pelo alto para ala Vanessa, que só esperou a saída da arqueira Júlia para finalizar e empatar a partida.

Com mais posse de bola, o Kindermann buscava mais o ataque, enquanto a UnoChapecó explorava os contra-ataques. Aos 17min33, o maior volume de jogo das caçadorenses foi transformado em gol, quando a ala Ari arriscou chute de longe e acertou o canto para recolocar o time da casa na frente do marcador.

Na segunda etapa, a UnoChapecó não se limitou a explorar os contra-ataques. Desde o início, as chapecoenses buscaram o ataque e, aos 22min52, a ala Brenda chutou com força para empatar a partida. Melhor no jogo, as visitantes continuaram no ataque, e a virada não demorou. 

Aos 27min03, Brenda recebeu passe dentro da área e, mesmo sem ângulo, finalizou para o gol. A goleira Júlia ainda tocou na bola, mas não evitou o terceiro gol da UnoChapecó. Sofrer a virada acordou o Kindermann, que se organizou em quadra para buscar o empate. 

As caçadorenses pressionaram muito, mas não conseguiram vencer a goleira Giga Paraná. No fim, o time da casa ainda arriscou com o goleiro-linha, mas não conseguiu igualar o marcador. Por outro lado, A UnoChapecó soube atuar defensivamente e segurou o resultado, chegando à terceira vitória na competição.

Para o treinador da UnoChapecó, Eder Popiolski, a equipe teve que mudar a postura durante o jogo para virar o resultado. “Não jogamos bem no primeiro tempo e conversei com elas no intervalo que tínhamos que atuar do jeito que estamos acostumados, jogando no ataque. Com um pouco mais de obediência a esse principio, tivemos mais posse de bola e conseguimos criar as chances que precisávamos”, explicou.


Diante do Chimarrão, Jaguaré conquista primeira vitória


Criciúma (SC) ? No segundo jogo do dia pelo grupo B da Liga Futsal Feminina 2010, o Jaguaré/Palmeiras/Osasco bateu o Chimarrão/Bender/DalPonte por 4 a 2, na noite desta quinta-feira (12/8), em Criciúma (SC), no ginásio José Antonio Carrilho, que está abrigando esta chave da fase classificatória da competição.

Os três pontos deixam o time do sudeste na quarta colocação, com quatro pontos. As gaúchas seguem sem pontuar e têm chances reduzidas de avançar as quartas-de-final da Liga Futsal Feminina ? as quatro primeiras colocadas do grupo avançarão.

A etapa inicial foi de muito volume de jogo do time de São Paulo, que pressionou bastantes, mas abusou nos erros. Ainda assim, a equipe conseguiu abrir vantagem no primeiro tempo. Sâmia fez o gol já aos 18min53, fechando a contagem da metade inicial do confronto no interior catarinense.

No segundo tempo, o confronto seguiu com o mesmo panorama. Mas o Jaguaré/Palmeiras conseguiu melhorar seu desempenho nas finalizações. Jessiquinha ampliou aos 24min03, enquanto Livinha fez 3 a 0, aos 28min53. 

Angela então passou a atuar como goleira-linha, no Chimarrão, que esboçou uma reação. Em um contragolpe, Fran descontou, aos 30min58. Logo depois, aos 35min21, Di fez o segundo das sulistas e deixaram a desvantagem em apenas um gol, o que obrigou o técnico palmeirense, Tadeo Aneas a fazer um pedido de tempo.

A conversa surtiu efeito. Na volta, as alviverdes voltaram a balançar as redes. Aos 36min51, Pamela fez 4 a 2, definindo a vitória do Jaguaré/Palmeiras/Osasco. ?É uma vitória que representa um alívio. Hoje deu tudo certo e as coisa tendem a melhorar daqui para frente?, destacou a ala Jessiquinha.

No Chimarrão, a ala Di falou sobre o terceiro revés em três confrontos. ?Faltou paciência. Nosso time é muito jovem, estamos reformulando a equipe. Mas enquanto houver chances vamos lutar, afinal, somos gaúchas e vamos nos esforçar até o último segundo?, decretou a autora de um dos tentos da partida.

O Jaguaré abre a rodada desta sexta-feira (13/8), às 17h30, diante do Sport/K.K. Golaso. Já as gaúchas jogam apenas no último jogo do dia, diante da Unesc/FME/Cri Construções, às 20h30.


Nacional Gás vence a primeira e sobe na tabela


Caçador (SC) - O Nacional Gás/Unifor (CE) venceu conquistou a primeira vitória na Liga Futsal Feminina nesta quinta-feira (12/8). Jogando no ginásio Paulo Schieffler, em Caçador (SC), o time cearense derrotou o Mesc/São Bernardo/Sabesp (SP) por 5 a 2 e chegou aos quatro pontos na tabela de classificação do grupo A.

Agora, o time de Fortaleza (CE) é terceiro colocado na chave, mas pode perder a posição caso o Kindermann/Uniarp/Unimed (SC) derrote a UnoChapecó/NTozzo/Female (SC), no último jogo do dia. Já as paulistas, com a derrota, caíram para a quinta colocação e estão fora do G-4, grupo das equipes que garantem vaga nas quartas de final da competição.

Nesta sexta-feira (13/8), os dois times voltam à quadra para a terceira rodada da competição. Às 17 horas, o Mesc enfrenta o Colégio Anglo/Seleto (PR), e, às 20 horas, o Nacional Gás duela contra o Kindermann.

O jogo

O Nacional Gás foi dono da primeira etapa. Aos 6min15, a pivô Simone abriu o placar ao escorar cruzamento que veio da direita. A equipe cearense dominava o jogo e, acertando muitos passes decisivos, criava muitas chances de gol. 

No entanto, na hora de finalizar, o time de Fortaleza (CE) falhava e não conseguia ampliar o placar. Por isso, o segundo gol só saiu aos 17min53, quando a ala Neguinha chutou cruzado para fechar o placar parcial em 2 a 0 a favor do Nacional Gás.

Na segunda etapa, o time cearense voltou melhor e, aos 22min29, a fixo Danny recebeu lançamento longo e, depois de carregar a bola, finalizou com força para marcar o terceiro gol. Porém, depois de marcar, o Nacional Gás recuou, e o Mesc/São Bernardo aproveitou os espaços para buscar o empate.

Pressionando muito, o time paulista deu muito trabalho à goleira Meirinha, que fez boas defesas para segurar o placar. Mas, aos 29min34, ela não conseguiu segurar o chute da ala Silvana, que diminuiu o marcador para 3 a 1. Animado, o Mesc/São Bernardo seguiu no ataque em busca do empate, acuando a equipe cearense na defesa.

Porém, aos 33min32, quando as paulistas pareciam perto do segundo gol, Simone, do Nacional Gás, usou o talento para frear a reação adversária. Ela recebeu passe de frente para o gol e, depois de sutil drible, finalizou no ângulo para marcar o quarto gol do time cearense. 

Só que o Mesc/São Bernardo não desistiu da partida. Apenas 11 segundos depois, Silvana recebeu passe, girou e chutou forte no meio do gol para marcar o segundo e dar esperanças à equipe paulista, que começou a utilizar o goleiro-linha para tentar o empate. 

Porém, mais uma vez, o talento do time cearense foi decisivo. Aos 36min25, a ala Kessany foi lançada pelo alto e, com um toque sutil, só ajeitou a bola para trás para Neguinha, que chutou de primeira e fechou o placar em 5 a 2 para o Nacional Gás. Após o apito final, o time de Fortaleza comemorou muito o resultado.

?Nosso time precisava muito dessa vitória. Nos outros dois jogos, jogamos bem, mas a vitória não veio. Hoje o time teve tranqüilidade e paciência para trabalhar a bola, além de ter aproveitado melhor as chances que criou. Estamos numa crescente na competição e vamos melhorar ainda?, afirmou Neguinha. 


Sport passa pela Hidráulica e conquista primeiros pontos


Criciúma (SC) ? O Sport/K.K. Golaso conquistou sua primeira vitória no grupo B da Liga Futsal Feminina 2010. As pernambucanas bateram a Hidráulica Brasil por 4 a 3, no inicio da noite desta quinta-feira (12/8), no ginásio José Antonio Carrilho, em Criciúma (SC). O resultado mantém vivas as chances de a equipe avançar paras as quartas-de-final.

Foram os três primeiros pontos da equipe na competição. Agora o rubronegro está em quarto lugar na chave B. As goianas permanecem na vice-liderança do grupo, com seis pontos e podem perder uma posição até o complemento da rodada, que ainda terá os confrontos entre Chimarrão/Bender/DalPonte e Jaguaré/Palmeiras/Osasco, na sequência, e o clássico entre Unesc/FME/Cri Construções e ADJ/Raumak/Barateiro/FME, às 20h30.

O confronto começou bastante movimentado. Logo a 1min20, Amanda chutou de longe e cruzado, fazendo 1 a 0 para as nordestinas. A resposta das goianas veio aos 6min20, quando Karolzinha avançou pela ala esquerda e bateu no canto da goleira Maga. Na sequência, o Sport veio com um maior volume de jogo, mas parou nas boas intervenções da arqueira Patrícia.

Aos 15min09, Samara foi expulso e deixou a Hidráulica com uma atleta a menos. As pernambucanas aproveitaram e voltaram a comandar o placar, com um tento de Bicê, aos 16min02. O gol obrigou o time do Centro-Oeste a voltar ao ataque, e o empate veio em uma boa troca de passes, que terminou com a finalização de Jéssica, da entrada da área, aos 17min44.

Já no segundo tempo, o jogo seguiu equilibrado e tenso. A virada do clube do Centro-Oeste ocorreu aos 28min14, quando Paula fez jogada e individual e chutou na saída de Maga, estabelecendo o 3 a 2 no marcador. As rubronegras não desistiram, em um erro na saída de bola adversária, Bicê recebeu livre e tocou no ângulo de Patrícia, aos 32min38.

A Hidráulica Brasil perdeu outra atleta expulsa: Paula, aos 36min21. As recifenses foram para a pressão em busca de retomar o comando do marcador. Bicê marcou um belo gol, com um chute forte, aos 38min16. A partir daí, a técnica goiana, Daniela Dallago, passou a utilizar Karolzinha como goleira-linha, mas o placar ficou inalterado.

?Não foi um questão de rendimento, foi um jogo nervoso, de muita pancadaria e tivemos também como adversárias as árbitras?, avaliou a fixo Karolzinha, que fez um gol no confronto e saiu protestando contra as duas expulsões de sua equipe.

No Sport a comemoração pelos primeiros pontos foi muita. ?É um jogo que representa uma virada para nós no campeonato. Entramos com muita garra e determinação. Agora esperamos seguir assim, fortes e chegar aos nove pontos nesta fase classificatória?, destacou a ala Amanda.

Nesta sexta-feira (13/8), dia da quarta rodada da chave, o Sport joga diante do Jaguaré/Palmeiras/Osasco, às 17h30. Em seguida, às 19 horas, será a vez da Hidráulica Brasil encarar a ADJ/Raumak/Barateiro/FME.


Sercomtel goleia Colégio Anglo no duelo paranaense


Caçador (SC) - Deu Sercomtel/Londrina (PR) no confronto paranaense da terceira rodada do grupo A da Liga Futsal Feminina. Nesta quinta-feira (12/8), no ginásio Paulo Schieffler, em Caçador (SC), as londrinenses derrotaram o Colégio Anglo/Seleto (PR) por 8 a 0 e chegaram aos sete pontos na tabela de classificação.

Agora, elas lideram, mas podem perder a posição caso a UnoChapecó/NTozzo/Female (SC) vença o confronto contra o Kindermann/Uniarp/Unimed (SC), às 20 horas. Mesmo se cair para a segunda colocação, o Sercomtel segue com grandes chances de conquistar uma das quatro vagas do grupo para as quartas de final da competição. Já o Colégio Anglo amargou a terceira derrota consecutiva na competição e ainda não pontuou.

No jogo, o Sercomtel aproveitou a primeira chance que teve e abriu o placar. A 1min48, a pivô Naná carregou a bola e chutou com força para marcar o primeiro gol do time londrinense. Em desvantagem, o time maringaense tentou sair para o jogo, mas sofreu com os contra-ataques do time adversário.

Aos 8min49, em saída de bola rápida, o Sercomtel ampliou a vantagem. Depois de troca de passes rápida no ataque, a bola chegou nos pés da fixa Jéssica, que chutou cruzado para fazer 2 a 0 no placar. Atuando bem, o time londrinense fez o terceiro aos 11min31. A goleira Néia fez lançamento longo para Naná, que dominou e tocou na saída da arqueira adversária.

Controlando o jogo, o Sercomtel não sofria com os ataques do Colégio Anglo e, quando tinha a posse de bola, levava perigo em jogadas de velocidade. Aos 15min30, a fixa Cíntia recebeu passe e chutou duas vezes antes de anotar o quarto gol do time londrinense, que fechou a primeira etapa vencendo por 4 a 0.

Na segunda etapa, o Sercomtel administrou a partida com muitas trocas de passe. Mesmo assim, a equipe conseguiu ampliar o marcador aos 32min23, com mais um gol da pivô Naná. No fim, quando pressionou de forma mais incisiva, as londrinenses aumentaram novamente com a pivô Léo, aos 37min55, e com Jéssica, aos 38min34. A sete segundos do fim, a ala Bebê chutou de longe e fechou o placar em 8 a 0.

Para Jéssica, a vitória foi um passo a mais do Sercomtel rumo à classificação. “Empatamos ontem e hoje entramos com o pensamento de vencer. Nosso time foi muito bem e conseguiu um resultado importante e, de passo em passo, vamos chegar lá”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário