VÍDEOS

Loading...

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Brasil repete goleada sobre a Argentina



Anápolis (GO) - O Brasil encerrou com vitória o Desafio Internacional de Futsal diante da Argentina. Jogando no ginásio Newton de Faria, em Anápolis (GO), nesta terça-feira (24/8), os campeões mundiais venceram por 6 a 1 e encerraram a série de dois jogos com dois triunfos sobre os hermanos ? o primeiro duelo havia sido em Manaus (AM), no domingo (22/8), com vitória também por 6 a 1.

A partida foi a última da equipe em solo brasileiro antes da realização do 6º Grand Prix de Futsal, que foi confirmado para a cidade de Anápolis (GO), entre os dias 17 e 24 de outubro, com a presença de 16 seleções, dentre elas Espanha, Itália e Rússia, que juntamente com os brasileiros formam o grupo dos quatro primeiros colocados da Copa do Mundo de Futsal da Fifa de 2008.

Agora o Brasil terá dois amistosos diante da Romênia, na Europa, também como preparação para o GP de Futsal. Os confrontos contra os romenos estão previstos para os dias 21 e 22 de setembro. A convocação deve ser divulgada ainda nesta semana.

O confronto começou com o Brasil tentando pressionar, mas a postura defensiva argentina dificultou as ações verde-amarelas no início do confronto. Mas logo os hexacampeões mundiais conseguiram furar o bloqueio rival. Murilo abriu o marcador aos 10min47, após tirar o goleiro Matías Quevedo da jogada.

Logo em seguida, os 13min54, Murilo escapou em velocidade e balançou as redes pela segunda vez. Aos 16min15, Falcão concluiu uma jogada ensaiada e ampliou para o Brasil, fechando o marcador do primeiro tempo em 3 a 0.

O início da etapa final teve o Brasil com um ritmo forte. Darlan, aos 21 minutos, e Lenísio, aos 22min44, ampliaram a vantagem dos anfitriões. Matias Barreto descontou para os argentinos, enquanto Neto, em seu jogo de número 100 com a seleção, fez o gol que fechou a goleada, aos 38min55.


Anápolis receberá o Grand Prix 2010


Anápolis (GO) - O 6º Grand Prix de Futsal, segunda principal competição de seleções do mundo, será realizado novamente em Anápolis (GO). O anúncio oficial foi feito no intervalo do confronto entre Brasil e Argentina, nesta terça-feira (24/8), no interior goiano. O prefeito de Anápolis, Antônio Roberto Gomide, e o presidente da CBFS, Aécio de Borba Vasconcelos, fizeram o pronunciamento.

No ano passado, a cidade goiana recebeu a 5ª edição e se candidatou novamente para sediar a competição, que será disputada entre 17 e 24 de outubro. ?A vinda de mais uma edição do Grand Prix de Futsal vem para consolidar a condição da cidade como capital do esporte no estado de Goiás?, destacou o prefeito, Antônio Roberto Gomide. 

?Nós já tivemos o exemplo de que Anápolis tem no esporte a base de uma política que está totalmente de acordo com o que se propõe a CBFS, isso nos alegre muito. O apoio da prefeitura e da Delta Construtora é uma mostra do quanto a cidade está empenhada em ter o esporte como referência para o cidadão?, declarou o presidente da CBFS, Aécio de Borba Vasconcelos.

Diferencial
Nesta edição do Grand Prix várias das equipes de ponta do mundo estão confirmadas. As quatro primeiras colocadas na Copa do Mundo de Futsal da Fifa estarão desfilando em solo anapolino. Além do Brasil, atual campeão, Espanha, Itália e Rússia participarão do GP. Outros destaques do mundial como Argentina, Irã e Portugal também estão com presença garantida.

Países como Costa Rica, Romênia, Catar, Moçambique, Tailândia, Paraguai, Holanda entre outros também foram convidados. A lista com todos os países deve ser divulgada nos próximos dias pela CBFS.

O Brasil domina as cinco edições, quando conquistou o título e ainda teve o artilheiro. 

A 6ª edição do Grand Prix de Futsal contará com o patrocínio dos Correios ? Patrocinador Oficial do Futsal do Brasil; Co-Patrocínio: Banco do Brasil ? Banco do Futsal Brasileiro, e Topper ? Marca Oficial do Futsal do Brasil. Além deles, a Construtora Delta e a Prefeitura de Anápolis estão aportando recursos para a realização do campeonato.


Neto completa 100 jogos com a camisa do Brasil


Anápolis (GO) - O fixo Neto viverá na noite desta terça-feira (24/8) um momento especial. O confronto contra a Argentina, no ginásio Newton de Faria, em Anápolis (GO) será o centéssimo dele com a camisa da Seleção Brasileira de Futsal. Brasileiros e argentinos encerram, às 19 horas, a série de dois jogos do Desafio Internacional de Futsal ? no primeiro confronto, em Manaus (AM), houve vitória verde-amarela, por 6 a 1. 
Aos 28 anos (completa 29 anos no dia 5 de setembro), o jogador é um dos mais experientes do atual elenco, que tem média de idade de 26,4 anos. No currículo, Neto tem a disputa de uma Copa do Mundo de Futsal da Fifa. Em 2004, o jogador esteve na campanha em Taipei (China), onde o time ficou com o terceiro lugar. No mundial de 2008, ele não participou por conta de uma lesão no joelho, que deixou por seis meses de fora das quadras.

?O principal sonho que me move é vencer uma Copa do Mundo de Futsal. Em 2004 aconteceu aquela fatalidade, enquanto em 2008, eu tive a lesão no joelho. A primeira coisa que pensei quando me machuquei foi que perderia a chance de disputar o mundial de 2008. Então vou batalhar para estar na Copa do Mundo em 2012, pois é o único título que falta na minha carreira?, revelou o fixo.

Neto se transferiu recentemente do Inter Movistar, da Espanha, para a Malwee/Cimed. Ele garante que atuar no Brasil pela Seleção em território nacional é especial. ?É diferente. Eu que estava na Europa há seis anos sentia falta deste apoio, deste carinho que recebemos quando jogamos aqui no Brasil, sempre com ginásios lotados. Estou feliz por fazer parte deste grupo e quero seguir nele até o mundial?, comentou.

Sobre o ambiente interno, Neto, que estreou em 2002 pela seleção principal, destaca que representar o Brasil é especial. ?O ambiente na seleção sempre foi muito agradável. Quando o time se reúne é possível se aprender muita coisa, falar sobre o momento pelo que passa o futsal e isso é sempre muito bom. O elenco brinca quando pode e trata com seriedade os momentos que isto é necessário. Não temos nada há reclamar, pelo contrário, temos que enaltecer o trabalho que está sendo feito?.

O mineiro, de Uberlândia, fez questão de relembrar suas raízes. ?Tenho que agradecer muito à minha família. Todos que me apoiaram, pois completar cem jogos pela seleção, com apenas 28 anos, é um feito. Para mim é uma felicidade imensa, quero ampliar esta marca e vou trabalhar para isto. Poucos jogadores chegaram a atingir este número e estou muito feliz por fazer parte desta história?, comemorou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário