VÍDEOS

Loading...

domingo, 22 de agosto de 2010

Brasil e Argentina fazem confronto histórico em Manaus



Manaus (AM) - Brasil e Argentina abrem neste domingo (22/8) o Desafio Internacional de Futsal. Serão dois compromissos, o primeiro deles em Manaus (AM), na Ar ena Amadeu Teixeira, às 9 horas (horário local -10 horas pelo horário de Brasília). O confronto é histórico, já que é a primeira vez que o selecionado brasileiro joga no Amazonas, com isso, a expectativa é de que cerca de 10 mil torcedores lotem a arena e acompanhem de perto o duelo de número 50 entre os dois países no futsal.

No retrospecto, a vantagem brasileira é ampla, com 46 vitórias, um empate e duas derrotas. Os comandados do técnico Marcos Sorato tentam ampliar este cartel. O desafio, no entanto, será complicado, uma vez que os argentinos vêm com uma equipe renovada e prometem dificultar as ações dos hexacampeões mundiais.

Por outro lado, o elenco brasileiro também tem fôlego para enfrentar os hermanos. A média de idade do elenco é de pouco mais de 26 anos, um dos mais jovens já convocados por Marcos Sorato, que acumula 35 jogos à frente do Brasil, com 100% de aproveitamento. 

“Talvez seja a convocação em que mais reunimos atletas jovens, mas eles estão sempre apoiados por experientes, por isso a importância de atletas como Lenísio, Falcão, Tiago, Carlinhos e Neto. São jogadores que disputaram Copa do Mundo de Futsal e ajudam os meninos na adaptação”, destacou.

Marcos Sorato lembra que os confrontos diante dos argentinos – além do jogo em Manaus (AM), as duas nações voltam a se enfrentar na terça-feira (24/8), em Anápolis (GO) – são importantes para definição do elenco que disputará o 6º Grand Prix, em outubro. “Eles sabem que é a última oportunidade de observá-los pessoalmente, no caso dos atletas que atuam no Brasil, claro que depois assistiremos aos jogos da Liga Futsal, que está em andamento, mas com toda certeza é o teste e já falamos isto para eles”.

Em relação ao adversário, o treinador brasileiro prega o respeito. “Faz pouco mais de um ano que não jogamos contra os argentinos. Empatamos o penúltimo jogo e ganhamos o último, o que nos faz crer que será uma partida difícil. A Argentina vem com um elenco diferente e eles têm duas características marcantes: são aguerridos e têm qualidade, isto já torna o confronto equilibrado”, comentou.

Já o técnico argentino, Fernando Larrañaga reconhece o favoritismo verde-amarelo. “Estamos prontos para a partida. Não pudemos treinar muito para o jogo, mas estamos aqui e sabemos do que somos capazes. O Brasil tem excelentes jogadores que são capazes de desequilibrar uma partida, além de ser muito bem treinado. Porém, vamos entrar para fazer nosso trabalho, mesmo sabendo que é muito difícil vencer o Brasil, ainda mais jogando fora de casa. O histórico de confrontos contra os brasileiros prova isso”, finalizou.


Brasil finaliza preparação para enfrentar a Argentina


Manaus (AM) - A Seleção Brasileira de Futsal encerrou na manhã deste sábado (21/8), a preparação para o primeiro jogo do Desafio Internacional de Futsal – Brasil x Argentina. O confronto ocorre na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus (AM), nest e domingo (22/8), às 9 horas (horário local – 10 horas pelo horário de Brasília).

O time finalizou os preparativos com um treino no local do duelo. A atividade durou aproximadamente uma hora e teve foco nas jogadas de ataque. A partir de agora o elenco ficará concentrado para o primeiro duelo diante dos argentinos – a segunda partida será na terça-feira (24/8), em Anápolis (GO). 

O pivô Lenísio, um dos atletas mais experientes do elenco, atesta que a oportunidade é única antes da realização do 6º Grand Prix, que ocorre no mês de outubro. “Talvez seja a última oportunidade dos que atuam em clubes brasileiros para garantir vaga no Grand Prix. O Marcos Sorato (técnico) tem ressaltado muito esta competitividade, uma vez que existem vários jogadores que têm condições de estar na seleção, então esperamos aproveitar. É uma oportunidade tanto para os atletas, quanto para o técnico avaliar”.

Lenísio será o capitão da equipe nos duelos diante dos argentinos. A responsabilidade recaiu sobre o jogador mais velho do elenco, com 33 anos. “Se fui escolhido como capitão é por conta de alguns valores que tenho. Fico muito feliz, pois acredito que hoje existem vários capitães, que são exemplos, não só dentro de quadra, também fora dela. Então estou muito honrado e espero não decepcionar”, comentou.

Sobre os confrontos diante dos hermanos, Lenísio espera jogos equilibrados. “A Argentina vem evoluindo a cada ano. Muitos jogadores foram jogar fora do País, hoje há uma evolução, o que é positivo para o futsal. Quanto mais seleções fortes houver ao redor do mundo melhor para todos”, finalizou.


Seleção Argentina treina na Arena Amadeu Teixeira


Manaus (AM) - Depois de desembarcar em Manaus na noite de sexta-feira (21/8), a Seleção Argentina de Futsal conheceu na manhã deste sábado (22/8) a Arena Amadeu Teixeira, palco do primeiro confronto do Desafio Internacional – Brasil e Argentina. A partida será realizada neste domingo (22/8), às 9 horas (horário local – 10 horas no horário de Brasília).

A delegação que veio ao Brasil para os amistosos é renovada em relação à equipe que disputou a Copa do Mundo de Futsal da Fifa, em 2008. Apenas o goleiro Santiago Elias, o fixo Maximiliano Rescia e o ala Fernando Wilhelm estiveram no elenco albiceleste que terminou na sexta colocação.

Capitão da equipe, Wilhelm admite que o Brasil possui uma equipe mais qualificada, mas que a Argentina estará reforçada com a tradicional raça portenha. Segundo ele, os argentinos respeitam, mas não temem a equipe verde e amarela. “Os jogadores brasileiros têm muita qualidade, mas vamos entrar em quadra e lutar até o fim pela vitória”, afirmou.

Impressionado com o tamanho da arena, Wilhelm comentou sobre a torcida brasileira, que deve lotar a Arena, cuja capacidade é de 10 mil espectadores. “Isso é um problema”, brincou ele para, em seguida, se dizer esperançoso de que, um dia, a Argentina também nutra a mesma paixão pelo futsal. “Quem dera algum dia nós possamos levar 10 mil argentinos para um confronto contra o Brasil?”, indagou.


Clínica movimenta crianças em Manaus


Manaus (AM) - A comissão técnica da Seleção Brasileira de Futsal comandou um treinamento puxado na manhã deste sábado (21/8), na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus (AM). Comandados pelos auxiliar técnico Vander Iacovino, eles exigiram empenho e cobraram muito dos atletas que participaram da atividade.

Só que, em vez de Falcão, Lenísio, Tiago, Carlinhos, Valdin e companhia, os atletas eram 60 crianças e adolescentes do projeto Manaus ? Cidade do Futebol de Salão, mantido pela Prefeitura de Manaus. Além do auxiliar técnico da Seleção, participaram da atividade o preparador físico João Romão, o preparador de goleiros Frede e o fisioterapeuta Pedro Masiero.

Segundo o coordenador do projeto, Fábio Pinheiro, a iniciativa mexeu muito com a garotada. ?É algo incrível, porque eles não têm acesso a muitas coisas e hoje estiveram aqui, vendo o Falcão treinar e depois participando de um treino com a comissão técnica da Seleção?, explicou ele.

As crianças e adolescentes que participaram do projeto tinham idades entre 9 e 13 anos. Elas participam da escolinha de iniciação esportiva, que possui cerca de três mil alunos, e das equipes de base do projeto, que possui equipes do sub-9 até o adulto. Para Fábio, ver de perto a Seleção Brasileira pode despertar nas crianças novos sentimentos em relação ao futsal.

?Elas podem encontrar um novo horizonte para a vida. Até aqui, elas participavam por gosto mesmo. Depois de hoje, muitas delas verão o futsal como uma oportunidade de carreira, de ser bem-sucedido e, quem sabe um dia, até chegar à Seleção?, sentenciou.

Para Vander, que comandou a atividade, o mais importante é que as crianças aprendam a gostar do futsal. ?Nessa idade eles tem que se divertir com a bola. Por isso, fomos mais para o lado lúdico do jogo, para que eles gostem de jogar?, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário