VÍDEOS

Loading...

domingo, 5 de dezembro de 2010

Corinthians é campeão da Taça Brasil de Clubes






Jaraguá do Sul (SC) - O São Caetano/Corinthians/Unip SP)  campeão da 37ª Taça Brasil de Clubes de Futsal – Divisão Especial. O título veio em uma decisão emocionate diante do Carlos Barbosa (RS), vencida pelos paulistas por 
4 a 3, no inicio da tarde deste domingo (5/12), na Arena Jaraguá, em Jaraguá do 
Sul (SC).

Os corintianos voltam a comemorar um título da Taça Brasil após 36 anos. A única 
vez que o time havia ganhado a competição foi em 1974, quando venceu o Grajaú 
Country Clube (RJ) na final, em Brasília (DF).

Logo aos 3min26, Keké escorou uma cobrança de escanteio e mandou para o fundo 
das redes, abrindo o marcador da decisão. Em desvantagem, os gaúchos tentaram 
exercer um maior volume de ataque. O segundo gol corintiano veio em jogada idêntica 
ao primeiro tento. Em mais um escanteio vindo da ala esquerda, Keké se antecipou à 
defesa e fez 2 a 0, aos 14min47.

Nos instantes finais do primeiro tempo, Thiaguinho escorou uma bola para Daniel que 
descontou para o time laranja, aos 18min55. Porém, Keké apareceu novamente. O goleiro 
Leandro lançou uma bola com os pés na cabeça do jogador, que escorou e tirou Lavoisier 
da jogada, fazendo 3 a 1, aos 19min15.

“Não há nada ganho, ainda temos 20 minutos pela frente”, profetizou o ala Keké, autor dos 
três gols corintianos na etapa inicial.

No segundo tempo, o Carlos Barbosa pressionou, mas a boa postura defensiva do adversário 
não permitiu que o time conseguisse concretizar uma reação. Aos 26min36, Simi fez bela
jogada na linha de fundo e tocou rasteiro para a chegada de Arthur, que ampliou. A partir
daí, o goleiro reserva dos gaúchos, Bilica, foi para o jogo.

Ajudando o ataque, o arqueiro da ACBF foi o autor do segundo gol do time. Ele avançou 
com a bola e chutou forte, fazendo 4 a 2, aos 28min21. Com mais volume de jogo, os atuais 
campeões fizeram mais um, com um chute de Leandrinho, em que o goleiro Leandro se 
atrapalhou com Pablo: 4 a 3, aos 32min39.

Os minutos finais foram de total pressão do Carlos Barbosa, inclusive com a instituição do 
ala Leandrinho, como goleiro-linha. Enquanto isso, os corintianos tentavam evitar as ações 
ofensivas do rival. Com o sucesso corintiano o técnico Paulo Mussalem passou a utilizar o
fixo Rodrigo como arqueiro, novamente sem conseguir furar o bloqueio defensivo adversário.

"Qualquer vantagem que nós construíssemos a ACBF continuaria em cima. Tomamos dois 
gols bobos no final, mas não temos mais que lembrar disso. Somos campeões e jogar com 
essa camisa tem um outro peso", destacou o fixo Arthur, autor do quarto tento do São Caetano/Corinthians.

Nenhum comentário:

Postar um comentário