VÍDEOS

Loading...

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Seleção Brasileira de Futsal




Marcos Sorato lamenta erros do Brasil


Ekaterimburgo (Rússia) - A derrota da Seleção Brasileira de Futsal para a Rússia, por 3 a 1, no
primeiro dos dois amistosos entre os dois países, nesta segunda-feira (17/1), em Ekaterimburgo,
na Rússia, marca o início de temporada do time verde-amarelo que volta a atuar contra os
europeus nesta quarta-feira (19/1), em Tyumen.

Com um gol sofrido no último lance do primeiro tempo e outro após o time ter buscado o empate,
o Brasil não conseguiu reagir diante dos russos, que tiveram o apoio de mais de 4,5 mil pessoas,
que lotaram o ginásio Divs. ?A torcida empurrou a Rússia e isto já era esperado?, comentou o
técnico do Brasil, Marcos Sorato.

O treinador brasileiro falou sobre as chances perdidas pela sua equipe. ?Tentamos buscar a reversão
do placar de todas as maneiras, inclusive com a entrada do goleiro-linha, mas o goleiro russo estava
em um dia inspirado e sofreu apenas um gol. Parabéns à Rússia pela vitória, que foi merecida?,
destacou.

Sorato reafirmou a força dos rivais. ?Sabíamos que seria um jogo de alto nível no cenário mundial.
Desde 2008 que digo que a Rússia, ao lado da Espanha, é o principal rival do Brasil. Isso foi demonstrado
hoje, foi uma vitória merecida, em que não conseguimos encontrar nosso jogo de ataque e pagamos
pelos erros que cometemos na defesa?, determinou.

As duas delegações seguem na manhã desta terça-feira para Tyumen, distante cerca de 300 quilômetros
de Ekaterimburgo. O Brasil deverá realizar um treino no final da tarde.

Brasil é superado pela Rússia no primeiro confronto de 2011


Ekaterimburgo (Rússia) - A Rússia venceu o Brasil nesta segunda-feira (17/1) no primeiro dos dois 
amistosos programados entre os dois países. Os russos, semifinalistas da última Copa do Mundo de Futsal, 
fizeram valer o fator casa e bateram os atuais campeões mundiais por 3 a 1, em Ekaterimburgo. Nesta 
quarta-feira (19/1), as duas equipes voltam a se enfrentar, desta vez em Tyumen.

O jogo começou equilibrado, as equipes se alternaram no controle da posse de bola e chegaram as metas 

rivais, mas sem contundência. O gol que marcou a abertura do placar ocorreu no último lance da etapa inicial. 
Após cobrança de escanteio, Prudnikov se antecipou e chutou cruzado, no canto direito de Tiago, aos 19min59.

Na etapa complementar o Brasil voltou pressionando. Logo o empate ocorreu, também uma jogada nascida em 

um escanteio, Rafael apareceu livre dentro da área para empurrar para as redes e igualar o marcador. Apesar 
de seguir com o comando do jogo, a Rússia voltou ao comando do placar, novamente com um tento de Prudnikov.

O russo recebeu lançamento em profundidade e, em velocidade, com um toque sutil tocou por baixo do goleiro 

Tiago, aos 26min03. A Rússia fez o terceiro com um chute forte de Sergeev, aos 29min35.

Com a desvantagem, o técnico brasileiro Marcos Sorato passou a utilizar o ala Vinícius, como goleiro-linha quando 

faltavam pouco mais de cinco minutos para o final do confronto, mas apesar de toda pressão gerada pela tática o 
placar ficou inalterado e os russos venceram a partida.

Ficha técnica
Rússia 3x1 Brasil
Data:
 17/1/2011 – Segunda-feira
Local: Ginásio Divs - Ekaterimburgo (Rússia)
Horário: 19h15 (horário local – 12h15 pelo horário de Brasília)
Árbitro principal: Veniamin Glushakov (Rússia)
Árbitro auxiliar: Sergey Shpenkov (Rússia)
Anotador: Eduard Shayakhmetov (Rússia)
Cronometrista: Sergey Cherkashin (Rússia) 

Rússia: Zuev, Prudnikov, Sergeev, Abramov e Maevsky - Entraram: Pula, Pereverzev, Nugumanov, Lyskov - 

Técnico: Sergey Skorovich

Brasil: Tiago, Vinícius, Xuxa, Fernandinho e Rafael - Entraram: Neto, Igor, Gabriel, Betão, Wilde e Lukaian 

Técnico: Marcos Sorato

Gols
Rússia:
 Prudnikov (19:59 e 26:03); Sergeev (29:35)
Brasil: Rafael (22:21)

Cartões
Rússia:
 --
Brasil: Rafael e Betão (Amarelos)


Vitória da Rússia foi a primeira da história


Ekaterimburgo (Rússia) - A Rússia conquistou nesta segunda-feira (17/1) uma vitória histórica diante 
do Brasil. Foi a primeira vez que o time europeu triunfou diante dos brasileiros. O jogo realizado na 
cidade russa de Ekaterimburgo terminou com o placar de 3 a 1 para os donos da casa. 

Nesta quarta-feira (19/1) as duas equipes voltam a se enfrentar, desta feita em Tyumen, às 19h15 

(horário local - 12h15 horário de Brasília). Para os russos é a chance de, com a ajuda do seu torcedor, 
reafirmar o feito histórico, enquanto o Brasil tenta esquecer os erros cometidos no jogo que abriu a série. 
Até o momento foram realizadas 14 partidas entre os dois países, com 13 vitórias brasileiras e apenas 
uma russa.

“O jogo foi muito bom, decidido não por um jogador, mas coletivamente. Após a entrada do goleiro-linha 

nosso time se comportou muito bem, nos defendemos com eficiência. O Brasil mostrou sua força e nos 
impôs um jogo muito difícil, em que estivemos quase 100% concentrados e nos esforçamos ao máximo 
contra a melhor seleção do mundo”, destacou o treinador da Rússia, Serguey Skorovich.

Skorovich falou sobre o momento chave em que sua equipe conseguiu superar uma queda de rendimento 

durante a partida. “Depois do intervalo o jogo foi muito forte e por um momento perdemos a concentração 
e contra o Brasil isso não pode ocorrer nem por um segundo”, disse fazendo referência ao instante em 
que o Brasil empatou o jogo, aos 22min21, mas logo aos 26min03, Prudnikov voltou a colocar os anfitriões 
em vantagem.

“Não temos tempo para festejar. Não estou satisfeito. Claro que estou feliz pela vitória e no jantar vamos 

festejar, mas paramos por ai, já que seguimos para Tyumen na manhã desta terça-feira e o segundo jogo 
já ocorre na quarta-feira”, finalizou o comandante técnico da Rússia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário