VÍDEOS

Loading...

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

    COLUNA

Sílvio Carlos


13/12/2010
Gláucio de Castro
A coluna hoje é dedicada a sua memória. Ele teve três paixões na vida: a família, a cidade de Morada Nova e o futebol de salão. Como craque chegou à Seleção Brasileira e como técnico também, dirigindo a Seleção Sub 20. Foi ele o fundador e o criador do Curso de Formação de Novos Técnicos, que se iniciou no dia 9/12 passado e é em sua homenagem. Obstinado, teve nome internacional quando jogou na Espanha e foi treinador da seleção nacional da Tailândia. Professor de Educação Física, lançou um livro e jogou futsal no Rio Grande do Sul.

Mais Gláucio
Leal, solidário e extremamente humano, era de uma simplicidade que impressionava. Viveu a vida rindo e não guardou ódio de ninguém. Parecia um menino, tal a grandeza de caráter e a personalidade da educação forjada e alicerçada no amor aos pais Teresinha e Chico. Casado com Lilliane de Castro, que continua na luta e coordena o curso que se realiza no FB.

Gláucio III
De seu casamento com Lilliane estão na coluna hoje, além do pai, as filhas Liana e Luana, amores de jovens, lindas e glamourosas. Gláucio de Castro, uma saudade que mais parece um fogo de monturo, não se apaga. Nasceu no município de Morada Nova, situado no Vale do Jaguaribe, no dia 6 de fevereiro de 1960, e morreu em Fortaleza, no dia 11 de dezembro de 2006, trabalhando para o futsal, via Federação Cearense de Futebol de Salão (FCFS).

De um amigo
"de tudo ficam três cousas: a certeza de que estamos sempre começando, a certeza de que é preciso continuar. E a certeza que seremos interrompidos antes de terminar". Uma citação do romancista e contista mineiro, nascido na cidade de Belo Horizonte, Fernando Tavares Sabino.

Franzé Moraes
No Plaza Aldeota, no espaço reservado aos importados, dando autógrafo, sendo abraçado por alvinegros e distribuindo sorrisos, a figura emblemática de Franzé Moraes, um eterno vencedor no futebol e em tudo que faz. E acima de tudo uma espécie de gente rara no esporte, porque solidário, fraterno e leal. "El Magro" é um incontestável ídolo dos alvinegros.

A base é tudo
Gláucio de Castro em vida pregou um maior apoio às categorias de base. E o futebol de salão, através da sua entidade-mor, FCFS, tem primado por realizar um certame bem organizado e distinto envolvendo as categorias Sub 9, Sub 11, Sub 13, Sub 15 e Sub 17. Na foto, as duas crianças que disputam a bola numa partida realizada na recém-inaugurada quadra do Ginásio Coronel Leonel Alencar, do Corpo de Bombeiros, fazem parte do futuro deste esporte no Estado do Ceará.

Náutico/Lupus
Durou duas horas o encontro entre o presidente Guedes Neto do Ceará e o sr. Waldir Turato, empresário gaúcho, ex-dirigente do Grêmio e dono da Lupus, casa que é sucesso há oito anos no Ceará. O novo restaurante do Náutico pode ser a grande sensação de 2011. Liguem os fios pois as conversas seguem e o Náutico pode ser novamente o ponto de encontro da elite política e social do Estado. Waldir é do ramo e tem bala na agulha.

Censf x Sumov
Momento de aplausos no Ginásio Coronel Alencar, na manhã do dia 5/12. Os garotos capitães do Colégio Censf e do Sumov se cumprimentam sob os olhares da dupla de arbitragem. Na arquibancada pais e mães se emocionavam com as jogadas dos craques. O futsal valoriza a sua categoria de base e o presidente da FCFS lá esteve, assim como o superintendente Roberto do Vale e quase toda a diretoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário