VÍDEOS

Loading...

sábado, 12 de junho de 2010

Kindermann e Palmeiras empatam e definem semifinalistas


Beto Costa/CBFS

Palmeiras e Kindermann seguem na competição

Caçador (SC) -
 O Kindermann/UnC/Unimed-SC é o último semifinalista
 é o último semifinalista da Divisão Especial da Taça Brasil Feminina de
 Clubes, Sub-20. Jogando na noite desta sexta-feira (11/6), o clube
catarinense empatou por 1 a 1 com o Jaguaré/Palmeiras/Osasco-SP
e ambos seguiram para as próxima fase.
Com o resultado as semifinais estão definidas. No primeiro jogo deste
 sábado (12/6), a equipe do Barateiro-SC, primeiro da chave A, irá encarar
 o Kindermann-SC, segundo do grupo B, no clássico catarinense. 
Na segunda semifinal, o Palmeiras-SP, primeiro do grupo B, enfrenta 
a Hidráulica Brasil-GO, segunda da chave A. Os jogos serão às 16h e 17h30.

O jogo, ao contrário da temperatura na noite desta sexta-feira em Caçador, 
começou quente. Os dois times lutavam palmo a palmo – ou pé a pé – 
cada espaço de quadra na disputa pela posse de bola. O Kindermann 
jogava mais adiantado, procurando pressionar a saída de bola paulista 
nos minutos iniciais.

Mas os dois times naturalmente se equilibraram no jogo e as chances 
começaram a surgir para ambos os lados. O Kindermann assustava a 
defesa paulista com arremates de média distância, enquanto as paulistas 
trabalhavam a bola e, por vezes, exigiam defesas da goleira adversária.

Ainda na primeira etapa a equipe do Kindermann teve sua melhor chance 
quando July carimbou o travessão da meta paulista. O placar seguiu inalterado 
para o intervalo. No segundo tempo a partida permaneceu movimentada. 
Os dois times atacavam e criavam oportunidades que faziam crer que o
 gol sairia rapidamente.

Pois não tardou e ele saiu. O Kindermann teve grande chance de ataque, 
depois de uma boa triangulação que terminou no pé direito de July. 
Com um leve bico na bola ela finalizou por baixo da goleira paulista 
que tentava a saída de bola para interceptar o passe.

O Palmeiras foi para cima e depois de uma roubada de bola pelo meio 
de quadra, Jennifer avançou, passando por uma adversária e mandando 
uma bomba. A goleira catarinense defendeu parcialmente e, no rebote, 
Tai bateu para o fundo do gol, sem goleira, encerrando a contagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário