VÍDEOS

Loading...

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Secretários irão disputar eleições


CARGOS MUNICIPAIS

Clique para Ampliar
VIVIANE PINHEIRO
Evaldo Lima, gestor da Pasta de Esporte, diz que a experiência de diálogos com as comunidades o capacitará para disputar vaga no Legislativo
Parte dos gestores que, hoje, estão na Prefeitura prepara com os partidos seus nomes para o pleito do próximo ano
A partir de março haverá alterações no atual secretariado da Prefeitura de Fortaleza. Pelo menos nove gestores deverão se desligar de suas funções, pois irão tentar vaga na Câmara Municipal ou em prefeituras de outras cidades. Segundo a legislação eleitoral, quem exerce cargo na administração e deseja se candidatar deve se desincompatibilizar, entregando cargo até seis meses antes do pleito.

O PCdoB, além da intenção de lançar um nome para concorrer à Prefeitura de Fortaleza, deve indicar para disputar vaga na Câmara os dois gestores que mantém no Governo da Capital: O secretário de Esporte e Lazer, Evaldo Lima, e o gestor da Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor de Fortaleza (Procon), João Ricardo.

O prazo legal estabelecido diz que qualquer pessoa que esteja a frente de um cargo público, deve se desligar de suas funções até o final de março e início de abril. Conforme Evaldo Lima, a experiência como gestor possibilitou a ele um diálogo maior com as comunidades, o que garantiu a apuração de elementos que o fizeram querer disputar uma vaga no parlamento. "Eu acredito que o parlamento é o espaço mais democrático de participação popular, visando as discussões inerentes à cidade. Nosso nome está colocado dentro do partido, que ainda avalia um projeto estratégico", afirmou.

Possibilidade
O PCdoB cogitou a possibilidade de entregar os dois cargos antes do início de prazo de desincompatibilização, mas voltou atrás e decidiu permanecer com os cargos na Prefeitura.

Já o PT deve indicar alguns de seus atuais secretários para vagas no Legislativo da Capital. Segundo informou o presidente do partido em Fortaleza, Raimundo Ângelo, pelo menos três gestores petistas irão disputar as eleições proporcionais em outubro próximo. Deodato Ramalho, do Meio Ambiente; Moacir Tavares, que é o coordenador do Programa Fortaleza Bela; e o ouvidor geral do Município, Francisco Nascimento, também estão na disputa a um cargo de vereador na Câmara Municipal.

Atualmente, dois dos petistas que estão na Câmara faziam parte do corpo de secretários. O presidente Acrísio Sena, que geriu o Instituto Municipal de Pesquisa Administração e Recursos Humanos (Imparh), e o líder do Governo, Ronivaldo Maia, ex-dirigente da Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização (Emlurb).

Momento
Nas Secretarias Executivas Regionais, até o momento, dois gestores já sinalizaram que também irão disputar vaga na Câmara. Os secretários Fábio Braga (Regional I) e Récio Ellery (Regional V), que, recentemente, deixaram os quadros do PSB e ingressaram no PTN.

Outros gestores devem disputar eleições majoritárias em outubro. É o caso da secretária de Turismo de Fortaleza, Patrícia Aguiar (PMDB), que deverá disputar a Prefeitura de Tauá. Já a secretária Regional do Centro, Luiza Perdigão, ainda está sondando a possibilidade de concorrer ao Governo de Pentecoste pelo PV, sigla a qual está filiada, depois de sair do PT do Município por motivos pessoais.

"Nós que queremos nos candidatar temos até o início de abril para nos desincompatibilizarmos dos nossos cargos. Ainda estou pensando se poderei me candidatar à Prefeitura de Pentecoste, mas meu interesse é esse. Se eu for, vou como candidata à prefeita, pois a Câmara não é meu desejo. Sou mais de executar", afirmou Luiza Perdigão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário